porquinhoNão sou muito boa com contas.

Sempre tô devendo, rolam uns micro empréstimos e as vezes um cheque especial, mas nada que comprometa muito a conta.

É claro que qualquer compra extra irá comprometer a conta, se você não tiver um pouco de disciplina, esse tipo de coisa. E ainda tem o cartão de crédito! Ahhhhhh,  esse tem que ter muita disciplina e um cálculo que se você não cuidar acaba tomando proporções infinitas e aí é que ferra tudo mesmo.

Hoje o post é de como guardar dinheiro. Não é fácil, mas eu precisei fazer um leve malabarismo pra poder guardar uma graninha pra viajar. Não, não é NADA fácil, também, porque dinheiro na mão é vendaval – pelo menos na minha.

Pra começar uma poupancinha, você tem duas formas: colocar mesmo a grana no banco ou fazer uma poupança extra banco.

A primeira é fácil: basta transferir para a conta poupança e retirar quando precisar. Essa segunda vai envolver saque, porque você precisa tirar um valor semanal, ou mensal e é claro que isso demanda, portanto foi aqui que falhei em alguns aspectos: na preguiça e no saco depois, o que não ocorreu e alguns “depósitos” ficaram em branco.

A planilha que usei foi essa aí, mas eu dei uma turbinada nela: em vez do cálculo que ela propõe, coloquei 50 conto por semana, o que daria uns R$ 2.500,00 por ano. Já é uma bela soma, que dá pra você usar em uma viagem, comprar algo de valor maior, sem comprometer o 13º por exemplo.  Dá pra turbinar mais? Claro que dá!!!!!!!  É mais grana pra você gastar, meu amor!

1535617_234598406721314_923907504_n

No meu caso, para a viagem de férias eu consegui apertar um pouco, já que eu não tinha me planejado desde o início do ano.A solução foi deixar de sair um pouco, parar de gastar um pouco, enfim me programar melhor. E para arrematar, vendi meu vale refeição, prática nem um pouco legalizada, mas que dá resultados, ou seja, dias e dias trazendo comida pra agência, o que não é de todo ruim, já que né, comida de casa, mais saudável, etc.

A parte boa é que como você quer ter grana pra gastar, você quer economizar mais e mais. E vira um círculo vicioso. Aí você pode comprar aquela bolsa incrível que você quer, dar entrada sei lá em algo que esteja desejando, enfim, são enormes possibilidades!

Vale a pena? Sim vale e já deixa a lição pro próximo ano. Na real, assim que eu voltar das férias, eu já retomo essa planilha aí, porque já estou planejando o meu carnaval no exterior!

Go, people!